quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O que o tabuleiro da Baiana tem? Bolinho de Estudante!





A pergunta já foi muitas vezes lembrada e até cantada, mas na sua origem, o que, realmente, o tabuleiro da Baiana tem?
Tem acarajé e abará e nada melhor do quer comer um Bolinho de Estudante para fechar a sobremesa. Ai está o bolinho de estudante. Feito de tapioca granulada, frito e deitado em uma mistura de açúcar e canela.
Na receita não há segredos, ou melhor, um único, usar produtos naturais, como, por exemplo, o coco seco. O tamanho do bolinho você irá determinar. Eu gosto do tamanho de um croquete. Alias, fiz a receita em Holambra/SP e foi engraçado, por que as pessoas presentes ainda não conhecia o Bolinho de Estudante e o batizaram de croquete baiano, mais que fique entendido que a sua origem é no tabuleiro da Baiana.

Bolinho:
400 g de tapioca granulada
01 coco seco
01 colher de chá de sal
01 xícara de chá de açúcar
01 l de água morna

Empanar:
01 xicara de tapioca granulada

Fritura:
500 ml de óleo

Finalização:
01 xícara de açúcar
01 colher de chá de canela em pó


Iniciar a receita
Quebre e limpe o coco e vamos utiliza-lo em duas etapas: na primeira utilize metade do coco (descascado e fatiado), bata no liquidificador com 700ml da água morna, peneire e reserve. Na segunda etapa bata o coco com o restante da agua, não bata muito para que fique os pedaços grandes, isso fará a diferença ao comer o bolinho.  
Em um recipiente coloque a segunda etapa do coco, o sal, o açúcar e acrescente aos poucos a tapioca e o leite de coco, deixe descansar por no minuto duas horas até obter uma consistência macia e firme.
Unte as mãos com manteiga e enrole semelhante a um quibe. Passe na tapioca granulada e frite em óleo quente, ate dourar. Passe no açúcar com canela e sirva quente de preferência com um delicioso café com leite.


Quando faço está receita, sempre congelo para depois. O congelamento é simples, em uma assadeira disponha os bolinhos e leve ao freezer por 1 hora. Retire, embale com plástico filme e devolva para o freezer em um recipiente lacrado.

2 comentários:

  1. Oi, amei essa receita!!! Os detalhes as sugestões pra deixar o mais parecido com a receita baiana, que é feita com capricho por aquelas baianas lindas!!! Gostaria que a senhora publicasse a receita do bolo de aipim da mesma forma que publicou essa!! Obrigada!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por passar por aqui, que tal fazer parte do tempero para tudow É so seguir. Que conscidencia, estava exatamente preparando o bolo de aipim para postagem. Já esta no blog.

    ResponderExcluir

Estou muito feliz!
Você está nos visitando...
Deixe o seu recado.

Obrigada,

Agnes.